Dicas

 

  • A cárie é considerada uma doença transmissível, portanto ao assoprar a comida do bebê ou dar-lhe beijo na boca, pode ocorrer a transmissão de bactérias causadoras da doença cárie.
  • A "cárie de mamadeira" é uma doença de progressão rápida e está associada ao aleitamento noturno sem a realização da escovação. Como durante a noite o fluxo salivar diminui, o alimento ingerido fica aderido ao dente durante longos períodos, causando a doença e sua evolução.
  • Sucos, iogurtes, chás adoçados e outros alimentos líquidos ingeridos durante a noite também podem ser a causa da "cárie de mamadeira".
  • O uso do fio dental está indicado mesmo para crianças de pouca idade, pois só ele consegue limpar as regiões entre os dentes e a área entre dentes e gengiva.
  • Mesmo crianças pequenas podem ter gengivite e apresentar sangramento das gengivas durante a escovação. O odontopediatra te ensinará a melhor técnica de escovação para cada idade, minimizando este problema.
  • A ingestão de quantidades excessivas de creme ou enxaguatório bucal podem causar manchas nos dentes permanentes. O odontopediatra irá informar o tipo e a quantidade de flúor a ser usado em cada etapa de desenvolvimento da criança.
  • O primeiro dente permanente a irromper na boca é o primeiro molar, perto dos 6 anos de idade. Nesta fase deve ser dada uma atenção toda especial para este dente, com dicas de escovação e prevenção diferenciadas.
  • Hábitos de sucção como chupeta, dedo e mamadeira podem causar alterações oclusais. O odontopediatra lhe dará dicas de como remover estes hábitos e indicará o tratamento das alterações instaladas.
  • Crianças que respiram pela boca também podem ter problemas oclusais (mordida). O diagnóstico e o tratamento precoces desta alteração favorecem o desenvolvimento e crescimento da face.
  • Os dentes de leite também possuem polpa (tecido com nervos e vasos sanguíneos) assim como os dentes permanentes. Por isso cáries profundas podem causar dor e inchaço. Nestes casos, faz-se o tratamento endodôntico (canal) do dente de leite para que este seja mantido na boca até a época de troca.
  • Algumas crianças apresentam bruxismo (ranger de dentes durante a noite). O odontopediatra pode avaliar a severidade do caso e indicar o tratamento quando necessário.
  • Antibióticos não enfraquecem os dentes. O uso contínuo de antibióticos açucarados e a ausência de escovação podem causar lesões de cáries. Sempre escove os dentes do seu filho após o uso da medicação!
  • Crianças de qualquer idade e adolescentes estão sujeitos a sofrer traumatismos dentários. Nestes casos, guarde o dente ou o fragmento do dente quebrado em um copo com água filtrada ou soro fisiológico e procure um dentista o mais rápido possível. O sucesso do tratamento depende destes procedimentos!